Após três anos de implantação do Ambulatório de Trauma Ortopédico, Hospital de Base atendeu mais de 16 mil pacientes


PORTO VELHO, RO - Na última sexta-feira (13), a direção do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro – HBAP comemorou os três anos de implantação do Ambulatório de Trauma Ortopédico – ATO, em Porto Velho, que foi no dia 13 de maio de 2019. Neste período, o ambulatório já atendeu 16.325 pacientes, que tem como público-alvo os usuários ortopédicos do Sistema Único de Saúde – SUS, que buscam por procedimentos conservadores (que não necessitam de cirurgia) no Pronto-Socorro João Paulo II e os pós-operatórios.

“São três anos de muita dedicação, e estamos evoluindo; enfrentamos a pandemia, e o nosso serviço não parou. Atendemos as crianças, as demandas do João Paulo II e os pós-operatórios, e a nossa equipe garantiu um atendimento seguro aos nossos pacientes”, comentou a coordenadora operacional, Milene Furtado.

O autônomo Raimundo Gean Cavalcante sofreu um acidente de trabalho no dia 1° de maio, e necessitou ser encaminhado ao Pronto-Socorro João Paulo II, onde realizou um procedimento simples, sendo dispensada a internação, e agendado retorno no ATO. “Meu atendimento foi muito rápido, acredito que logo serei liberado para retornar ao trabalho; todas as vezes que precisei do SUS fui bem atendido”, destacou.


Data de implantação do ambulatório foi marcada com um ato em frente ao HBAP

Os procedimentos ambulatoriais realizados são: curativo, gesso, tipoia, retirada de pontos, retirada de fio de Kirchner e fixadores externos (exceto em idosos); todos orientados e acompanhados pelos médicos especialistas. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, regulados pelas unidades hospitalares.

A previsão é que a partir de junho, o Departamento de Ortopedia e o Ambulatório de Trauma Ortopédico se integrem, com o propósito de agilizar as cirurgias dos pacientes eletivos, de forma que as consultas, acompanhamento, e outros procedimentos pré-operatórios sejam realizados pelo ambulatório.

O diretor-geral do HBAP, Rodrigo Bastos explicou que “a ideia do ambulatório objetiva desafogar a unidade e o pronto-socorro, evitando internações, e dando resolutividade aos traumatizados. O foco é macro, e funciona bem a curto e médio prazo, estamos trabalhando para que tenhamos outro cenário de ortopedia no Estado”.

O secretário adjunto da Secretaria de Estado da Saúde, Maxwendell Batista, acrescentou que “estamos estabelecendo estratégias junto às equipes para que tenhamos um serviço que supra a demanda dos nossos pacientes”.

Fonte: Governo de Rondônia
Após três anos de implantação do Ambulatório de Trauma Ortopédico, Hospital de Base atendeu mais de 16 mil pacientes Após três anos de implantação do Ambulatório de Trauma Ortopédico, Hospital de Base atendeu mais de 16 mil pacientes Reviewed by REDAÇÃO on maio 17, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.