A violência contra o idoso vai além de agressões


O número de cuidadores tem aumentado até porque o Judiciário tem sido veemente no sentido de exigir o amparo familiar e o cuidado à pessoa

PORTO VELHO,RO - Aproxima o Dia de o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa que é celebrado anualmente no dia 15 de junho, portanto, na próxima quarta-feira. Neste ano as discussões serão voltadas para a orientação da população de como proceder quanto ao enfrentamento à violência contra idosos. O tema é importante e oportuno diante de um padrão de família que está diminuindo o número de filhos, além do distanciamento de vínculos devido a diversos fatores da vida social e familiar da atualidade.

A qualidade de vida do idoso sofre influência da insuficiência familiar, que se caracteriza como um processo de interação psicossocial de estrutura complexa, fundado especialmente no baixo apoio social da pessoa idosa e no vínculo familiar prejudicado. As famílias ficando cada vez menores e as pessoas cada vez mais individualistas são problemas que precisam ser observados para a busca de solução a curto prazo, diante de um problema que é crescente, sendo o encaminhamento de idosos para abrigos e asilos.

O número de cuidadores tem aumentado até porque o Judiciário tem sido veemente no sentido de exigir o amparo familiar e o cuidado à pessoa idosa. Assim, o idoso fica em casa, porém sob cuidados de pessoas profissionalmente técnica para o zelo, mas sem vínculo afetivo com o indivíduo.

Quando se fala em violência conta a pessoa idosa não podemos apenas discutir agressões físicas. A falta de orientação sobre cuidar deste idoso é um fator que causa estresse emocional, sobrecarga e problemas financeiros. As políticas públicas e a sociedade têm um papel importante para amenizar as dificuldades junto com a família, evitando assim a institucionalização do idoso.

A responsabilidade da família nesse cuidado, as políticas sociais e a regulamentação da profissão de cuidador de pessoa idosa são etapas importantes num processo de preocupação com o envelhecimento da população. Envelhecer nos dias em estamos vivendo significa enfrentar violência física, violência psicológica, negligência; violência institucional; abuso financeiro, violência patrimonial, violência sexual, discriminação e muitos outros pontos cruciais numa fase da vida em que o indivíduo torna-se dependente daqueles que criou.


Fonte: Diário da Amazônia
A violência contra o idoso vai além de agressões A violência contra o idoso vai além de agressões Reviewed by REDAÇÃO on junho 10, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.