Polícia Civil deflagra operação em resposta ao latrocínio que vitimou o Sgt PM Jorge em 09/05/2022


As investigações foram presididas pelo delegado Daniel Pereira

PORTO VELHO, RO - A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos - DERF (Patrimônio), deflagrou nas primeiras horas desta terça-feira(28/06) mais uma operação em combate aos latrocínios ocorridos na capital rondoniense.
A ação policial denominada “Redenção” acontece em resposta ao latrocínio que vitimou o Sargento da Polícia Militar de Rondônia, Jorge Ednelson Mendes(57). O militar era da reserva remunerada e acabou morrendo após um tiroteio. Na ocasião, o policial escoltava um funcionário da empresa Dydyo que transportava aproximadamente R$ 76 mil.

As investigações foram presididas pelo delegado Daniel Pereira. O inquérito policial apontou indícios de que três elementos planejaram e executaram o roubo. As apurações identificaram todos os envolvidos na ação criminosa.



A exitosa ação do serviço de investigação e captura da DERF resultou na representação de 5 mandados de busca e apreensão na residência dos suspeitos e 3 mandados de prisão, os quais foram deferidos pela justiça.

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, dezenas de policiais civis cumpriram as medidas cautelares. A operação continua em andamento mas já resultou na prisão de dois envolvidos e apreensão de uma arma de fogo tipo pistola.

O nome dado a operação entre “redenção” (ato ou efeito de reparar) significa reparo. Dessa forma a Polícia Civil do Estado de Rondônia apresenta a resposta ao bárbaro crime que vitimou o policial militar, reparando a sensação de segurança que tanto a sociedade requer/merece.


Fonte: Assessoria PC/RO
Polícia Civil deflagra operação em resposta ao latrocínio que vitimou o Sgt PM Jorge em 09/05/2022 Polícia Civil deflagra operação em resposta ao latrocínio que vitimou o Sgt PM Jorge em 09/05/2022 Reviewed by REDAÇÃO on junho 28, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.