Produção de tomate híbrido pode gerar oportunidades no Nordeste


PORTO VELHO, RO - Há três anos, a Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - tem conduzido experimentos em Alagoas para o cultivo de novas hortaliças e legumes, como cenoura, pimenta e alho. O destaque dessa iniciativa é a produção do tomate híbrido, conhecido como "BRS Sena". Com a cor vermelha mais intensa e maior consistência, esse tomate tem melhor equilíbrio entre o doce e a acidez. De acordo com a Embrapa, são essas características buscadas pela indústria de processamento. Os frutos também tem maior resistência a doenças causadas por fungos e bactérias.

A primeira colheita realizada na cidade de Coruripe chegou a 70 toneladas por hectare. Quantidade maior que a média estadual. Já em outras regiões do país, a produção ultrapassa 100 toneladas.

Historicamente, regiões de clima quente e úmido, como a Zona da Mata alagoana, não são favoráveis para o tomate. A planta cresce de forma ideal entre 10 e 30 graus de temperatura. Na região, as temperaturas variam entre 25 a 35 graus. Antes de ser testado no Nordeste, o tomate híbrido já era cultivado para fins comerciais em Goiás e Minas Gerais desde, pelo menos 2010.

A Embrapa forneceu as sementes e a assistência técnica para o plantio-piloto. De acordo com a cooperativa estadual que apoiou o projeto, a ampliação da produção pode gerar mais emprego.

De acordo com o IBGE, o Brasil produziu mais de 3 milhões e 700 mil toneladas de tomate em 2020, o equivalente a mais de 6 bilhões de reais. Os maiores produtores são: São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Bahia. Essa quantidade tem aumentado desde 2017, mas de acordo com o último Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado mês passado, a produção do tomate deve cair cerca de 7,9%.

De acordo com os produtores de Alagoas, mais de 80% do tomate consumido no estado é comprado de outras regiões, e o aumento da produção local pode reverter esse quadro. O estado também depende de hortaliças produzidas na Bahia, Pernambuco e até mesmo no Distrito Federal.


Fonte: Agência Brasil
Produção de tomate híbrido pode gerar oportunidades no Nordeste Produção de tomate híbrido pode gerar oportunidades no Nordeste Reviewed by REDAÇÃO on julho 12, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.