Parque Jardim das Mangueiras se torna Área de Proteção Ambiental

 

Objetivo é proteger o igarapé local e suas respectivas nascentes

Porto Velho, RO - Tradicional ponto de lazer e de prática esportiva, o Parque Jardim das Mangueiras, conhecido como Skate Parque, agora é uma Área de Proteção Ambiental (APA). O principal objetivo com a decisão é proteger o igarapé local e suas respectivas nascentes, que se encontram inseridos na Área Verde Municipal.

O anúncio veio por meio do Decreto nº 18.374, de 16 de agosto deste ano. Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente (Sema), Álvaro Luiz Mendonça de Oliveira, outras áreas já estão sendo avaliadas para o mesmo fim.


Decisão busca proteger igarapé após descoberta de nascentes

“A grande importância é que ela (APA Parque das Mangueiras) é o ‘embrião’ de uma área maior que a gente pretende constituir, que vai englobar o Igarapé do Botinha interligando à área da Estação Capivara e, mais à frente, ao Parque Natural de Porto Velho. A ideia é que a gente possa ter esse corredor todo integrado”, revelou Álvaro.

A transformação da área em reserva, segundo o secretário, abre a possibilidade de investimentos de mais recursos utilizando o Fundo de Meio Ambiente. “Grande parte de recursos desse fundo é arrecadação de multas, compensações ambientais. Para poder dar destinação a esses recursos é preciso seguir as regras específicas do fundo, e, neste caso, é possível investir na área a partir da constituição dela como APA”, explicou.

Álvaro revela ainda que a capital possui sete microbacias ao longo de todo o território. “A gente podendo preservar essas nascentes, conseguimos fazer um circuito de caminhada ou ciclovia percorrendo todas as nossas áreas verdes, interligando com esse grande corpo que a gente passa a ter através dessas microbacias em áreas arborizadas, o que gera mais qualidade do ar para a cidade”, completa.


Nova área de proteção ambiental é tradicional ponto de lazer da capital

CORREDOR ECOLÓGICO

Roberval Zúniga, coordenador de Restauração Ambiental, esclareceu como que a nova reserva se insere dentro do plano maior. “Nós chamaríamos de corredor ecológico ou mosaico e esse é o grande projeto para que possamos preservar essas áreas dentro da área urbana de Porto Velho”, considerou.

Sobre o despejo de esgoto e água servida de imóveis privados ou residenciais no igarapé, Zúniga disse que há cerca de dois meses aconteceu a autuação dos empreendimentos identificados em 2021 e anteriormente notificados. Os processos estão em fase de recurso.

“Fizemos os devidos registros na Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente e o Ministério Público do Estado já aguarda a fase de recursos para tomar as devidas providências. Tudo que cabe à Sema fazer foi feito”, concluiu.

IDENTIFICAÇÃO

Somente no Parque das Mangueiras, doze nascentes foram identificadas. São 7,14 hectares com vegetação natural, sendo que o inventário das espécies arbóreas registra 68 diferentes espécies, com 461 árvores, fora as mangueiras que geraram o nome do parque.

Em breve, plaquetas com um QR Code serão distribuídas em uma árvore de cada espécie, onde os usuários do espaço poderão fazer a leitura do código e ter acesso às informações sobre o gênero específico.


Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)
Parque Jardim das Mangueiras se torna Área de Proteção Ambiental Parque Jardim das Mangueiras se torna Área de Proteção Ambiental Reviewed by REDAÇÃO on agosto 27, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.