Alerta de desmate na Amazônia têm segundo pior agosto na série histórica


Foto: Freepik

Porto Velho, RO - Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados nesta 6ª feira (9.set), o acumulado de alertas de desmatamento em agosto foi de 1.661 km², o segundo pior registro da série histórica. A cifra perde apenas para 2019, quando a área contabilizada foi de 1.661 km².

O estado do Pará liderou o número de alertas de desmate no período, seguido do Mato Grosso e Amazonas. O registrado em agosto representa um aumento de 81% em relação ao ano anterior, enquanto o acumulado dos sete meses do ano foi o maior da série histórica, com 7.135 km².

"A destruição ambiental nos últimos anos ganhou velocidade. Estamos fazendo uma volta para o passado para o que há de mais retrógrado. É necessário adotar uma meta de desmatamento zero, além de restabelecer um plano articulado de combate ao desmatamento, e fortalecer uma economia que conviva com a floresta em pé", disse a porta-voz da Amazônia do Greenpeace Brasil, Cristiane Mazzetti.

No mês de setembro, o número de focos de queimada detectados pelo Inpe em apenas oito dias já é 21% maior do que o de todo o mês de setembro do ano passado. O cenário acontece em meio ao avanço da estação seca, o chamado "verão amazônico", e à realização de queimadas ilegais.



Fonte - 030 - SBT News
Alerta de desmate na Amazônia têm segundo pior agosto na série histórica Alerta de desmate na Amazônia têm segundo pior agosto na série histórica Reviewed by REDAÇÃO on setembro 09, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.