Jovem que arquitetou execução do próprio pai na zona leste é encontrado morto com 11 tiros no residencial Orgulho do Madeira

O acusado ofereceu o valor de R$ 20 mil para que o pai fosse morto

Porto Velho, RO - O corpo de Juscelino Júnior Matos Magalhães, 19, foi encontrado desovado em uma mata no condomínio Orgulho do Madeira, na zona Leste de Porto Velho (RO) na tarde desta segunda-feira (28).

As equipes da PM fizeram buscas e conseguiram localizar o corpo que apresentava 11 perfurações de arma de fogo rosto, maxilar, testa, tórax, abdômen e mão. O local foi isolado pelos policiais que em seguida acionaram a Perícia Criminal e rabecão do Instituto Médico Legal (IML).
Agentes da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Vida (DERCCV) que irão investigar o caso.

Caso Pio, Juscelino Júnior é acusado de ser o mandante da morte a tiros do próprio pai Juscelino Fontenele Magalhães, 46, conhecido como “Pio”, no dia 10 de maio de 2019 na Rua Aruba, bairro Socialista, área Leste da capital rondoniense.

O acusado ofereceu o valor de R$ 20 mil para que o pai fosse morto. Ele planejou o crime como se fosse um assalto no comércio da vítima. As investigações intensas sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho Resem da Delegacia de Homicídios se iniciaram na época e foi possível em tempo hábil esclarecer o caso.

A Operação Indignus foi deflagrada e os bandidos consequentemente presos. Quatro envolvidos no crime foram condenados pela Justiça em julgamento ocorrido no ano passado. Já o filho da vítima havia conseguido fugir da unidade de internação em dezembro de 2020. Ele tinha 16 anos quando arquitetou a morte do próprio pai com a intenção de ficar com todos os bens dele.

Fonte: Redação

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu