Castillo alega 'perseguição política' e oficializa oficializa pedido de asilo ao México

Secretário de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, confirmou que o ex-presidente peruano Pedro Castillo solicitou asilo político e disse que 'consultas' foram iniciadas. López Obrador e Pedro Castillo (Foto: Reuters)

Porto Velho, RO - Sputnik - O México está iniciando consultas com o governo do Peru sobre a concessão de asilo político ao presidente peruano destituído na quarta-feira (7), Pedro Castillo.

O anúncio das conversas foi feito pelo secretário de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, nesta quinta-feira (8), no Twitter.

"O Embaixador Pablo Monroy me informa de Lima que conseguiu se encontrar com Pedro Castillo no Centro Penitenciário às 13h20 [horário local, 18h20 GMT]. Encontrou-o fisicamente bem e na companhia de seu advogado. Castillo ratificou o pedido de asilo recebido pela Embaixada do México esta manhã (02:00). Iniciamos consultas com as autoridades peruanas", disse Ebrard no Twitter.

O presidente mexicano, Andrés Manuel Lopez Obrador, revelou a intenção de Castillo em solicitar asilo político ao México durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta.

Obrador pediu que os direitos humanos de Castillo sejam respeitados e que a família do agora ex-presidente peruano seja protegida.

"Consideramos lamentável que, por interesses das elites económicas e políticas, desde o início da presidência legítima de Pedro Castillo, um clima de confronto e hostilidade tenha sido mantido contra ele, até que ele tenha sido levado a tomar decisões que serviram a seus adversários para consumar sua destituição", afirmou o presidente mexicano.

Na quarta-feira, o então presidente peruano Pedro Castillo foi detido após destituição do cargo confirmada pelo Congresso da República.

O Judiciário peruano emitiu uma prisão preventiva de sete dias contra Castillo pelo suposto crime de rebelião após a tentativa de dissolver o Congresso.


Fonte: Brasil247

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu