Presidente de Honduras vem à posse de Lula de olho em financiamentos do BNDES

A presidente de Honduras, Xiomara Castro, em discurso. Foto: Reprodução/Secretaria de Prensa de Honduras

Porto Velho, RO - A presidente de Honduras, Xiomara Castro (foto), anunciou nesta semana que deve vir à posse de Lula como presidente, em 1º de Janeiro. Mais do que prestigiar a cerimônia de um par seu, a líder hondurenha disse que pretende negociar a retomada de empréstimos do país com o BNDES para a construção de represas no país.

“Primeiro de Janeiro de 2023 estarei viajando ao Brasil para a posse do presidente Lula e assim retomar e resgatar os financiamento para as represas de Los Llanitos e Jicatuyo”, disse a presidente, em um vídeo divulgado pela secretaria de comunicação do país.

Estão no seu radar as obras para as duas usinas hidrelétricas e dariam até 30% da energia necessária para abastecer o país. Antes, a Andrade Gutierrez já havia trabalhado na construção da represa de San Fernando, que fornece água para a capital do país, Tegucigalpa. O BNDES recebeu um pedido de empréstimo para aquela obra de US$ 271 milhões.

Ela diz que a proposta de cooperação internacional foi planejada ainda nos anos 2000 pelo seu marido, Manuel Zelaya – ele foi afastado do poder por militares em um golpe de Estado em 2009.
Notícias relacionada

“Imagine nestes doze anos se tivéssemos conseguido fazer essas represas”, completou a chefe de Estado, que assumiu o cargo em janeiro esse ano. ‘Não teríamos sofrido com inundações.”



Fonte: O Antagonista

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu