Jogou a menina no colo de terceiros e veio me bater', diz passageira de briga generalizada em avião da Gol

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Jogou a menina no colo de terceiros e veio me bater', diz passageira de briga generalizada em avião da Gol


Briga entre passageiros causa tumulto e voo da Gol atrasa uma hora em Salvador

Porto Velho, RO - Uma das mulheres envolvidas na briga em um avião que saía de Salvador (BA) com destino a São Paulo (SP) diz que a mãe tirou a criança do colo e deu para terceiros para agredi-la. O g1 não conseguiu localizar a mãe da criança.

A briga aconteceu no Aeroporto Internacional de Salvador (SSA) no vôo da Gol que seguia para o Aeroporto de Congonhas (CGH) no dia 2 de fevereiro. Nas imagens que viralizaram nas redes sociais (veja o vídeo acima), é possível ver um grupo de mulheres gritando entre si, dando tapas e puxando o cabelo umas das outras.

Ao g1, Edilene da Silva Barracho, contou que é a passageira envolvida na briga . A técnica de enfermagem mora em Cubatão (SP) e tinha passado férias na Bahia. Ela voltava com as filhas e uma sobrinha quando a briga aconteceu.


Edilene alega que teve a boca machucada e o braço direito arranhado durante a briga no avião — Foto: Reprodução e Arquivo Pessoal

Na versão dela, a confusão começou depois que pediu que a passageira que estava com uma criança saísse do lugar que ela tinha reservado.

"Me aproximei e falei: ''Moça, você poderia se retirar do meu lugar? Ele foi reservado'. Ela falou para mim: 'Então, é que a minha filha é especial [pessoa com deficiência]'. Respondi: 'Comprei a passagem com antecedência porque não gosto de ficar no corredor nem no meio, pois me sinto sufocada. Me sinto mais segura na janela'", lembrou.

Edilene diz que a mulher fez a troca contrariada, mas que os familiares que estavam com ela passaram a provocá-la. "Deixa a bonitona sentada aí. Ela não quer ver as nuvens?'. A irmã dela, que estava do outro lado [da aeronave] falou: 'Ridícula, a criança é especial'".


Briga aconteceu em voo com destino a São Paulo — Foto: Redes sociais

Segundo Edilene, as agressões só começaram depois de uma ligação que ela fez para o irmão reclamando do caso.

"Ela 'jogou' a menina [criança] no colo de terceiros e veio me bater. Minha filha [mais velha] logo tentou nos separar, mas veio uma outra [familiar do outro grupo] já agredindo. Foi muito rápido. Nas imagens, dá pra ver que ele puxou o meu cabelo", relembrou.

LEIA TAMBÉM:

Briga entre passageiros causa tumulto e faz voo da Gol atrasar uma hora em Salvador; envolvidos na confusão são retirados do avião
Briga em voo da Gol em Salvador começou após mãe deixar filho no assento de outra pessoa
Brasil tem média de uma confusão envolvendo passageiros por dia em avião nos últimos 4 anos, diz levantamento

Edilene contou que teve um ferimento na boca, arranhões em um dos braços e ficou com a cabeça dolorida por conta dos puxões de cabelo. A filha mais velha dela relatou ter tido o braço e a testa arranhados.

Após a briga, os dois grupos deixaram a aeronave e voltaram para São Paulo em voos diferentes. Ela deixou Salvador (BA) no mesmo dia, por outra companhia aérea, e desceu no Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU). Após o caso, ela registrou um boletim de ocorrência (BO) no 1º Distrito Policial (DP) de Santos.


Filha de Edilene diz ter sido arranhada na testa e em um dos braços — Foto: Arquivo Pessoal

O que diz a Gol

A companhia aérea informou, por meio de nota, que a "cena do vídeo que circula nas redes sociais aconteceu antes da decolagem do voo G3 1659 da última quinta-feira (2) entre Salvador (SSA) e Congonhas (CGH), em São Paulo".

Ainda de acordo com a Gol, as "pessoas que protagonizaram a cena de agressão foram desembarcadas e não seguiram viagem naquele voo. Os dois grupos envolvidos viajaram na mesma data, mas em voos diferentes com destino a CGH". Diferentemente do que diz a Gol, Edilene contou ter desembarcado no aeroporto de Guarulhos.


Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários