Ieda Chaves mobiliza e divulga campanha do Laço Branco nas dependências da Alero

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Ieda Chaves mobiliza e divulga campanha do Laço Branco nas dependências da Alero



Deputados e servidores receberam laços e marca-páginas como símbolos

Porto Velho, RO - Por meio de iniciativa da deputada estadual Ieda Chaves (União Brasil), uma ação em alusão ao Dia Nacional da Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, no âmbito da campanha conhecida como Laço Branco, aconteceu nas dependências da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero), nesta quarta-feira (6).


Parlamentares também receberam o laço branco símbolo da campanha (Foto: Rafael Oliveira I Secom ALE/RO)

Na ação, os deputados e servidores da Alero receberam laços brancos e marca-páginas como símbolos da campanha. De acordo com a parlamentar, é importante a participação dos homens na luta contra a violência existente contra o público feminino.

"(...) o fato de vocês, homens, estarem nessa campanha vai dar muito mais força para as mulheres. Essa luta é de todos nós. Nós precisamos fazer alguma coisa. Nós que ocupamos espaços de poder, nós precisamos cada vez mais falar sobre esse assunto, porque a violência não acaba, as estatísticas, os índices não diminuem, eles só crescem", falou Ieda Chaves.

Rondônia lidera o ranking de violência contra a mulher no Brasil. O estado tem a maior taxa de feminicídio do Brasil: foram 3,1 vítimas por 100 mil habitantes em 2022. O número é mais que o dobro da média nacional, que ficou em 1,4, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. "Ocupamos esse triste ranking. Então, esse é um momento onde a gente, de fato, precisa falar, precisamos dar mais voz também aos homens, porque as mulheres são as que mais sentem na pele", acrescentou a deputada.

Esperança 

Ainda de acordo com a deputada, as mulheres têm uma sensibilidade e, às vezes, parece que é como pregar para convertido. “Se Deus quiser, um dia a gente consiga minimizar, pelo menos, essa situação tão desesperadora que a cada dia que a gente vê os noticiários, a gente vê mulheres sendo assassinadas, abusadas, de todas as formas, inclusive psicologicamente, que acaba com a vida não só da mulher como com a vida da família", concluiu.

A campanha

A campanha do Laço Branco é uma iniciativa internacional criada por um grupo de homens canadenses em 1991 e, no Brasil, a data é marcada pela Lei 11.489, de 20 de junho de 2007, que institui o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. É uma iniciativa que busca chamar a atenção para a violência contra as mulheres. Ela foi criada após um massacre em uma escola do Canadá, onde um homem matou 14 mulheres por ódio às feministas. 


Laços brancos foram distribuídos entre os servidores (Foto: Larissa Bogo e Tiago Miranda I Assessoria Parlamentar)

Os organizadores adotaram o laço branco como símbolo da paz e da esperança. O lema da campanha é "jamais cometer um ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos diante dessa violência".

Serviço

A campanha ainda visa conscientizar todas as pessoas sobre os canais de denúncia, em especial o Ligue 180. O serviço funciona 24 horas por dia ou pelo WhatsApp, por meio do número (61) 99656-5008.

Fonte: ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários