Operação CashBack da Draco2 afasta vereador em Ariquemes por rachadinha e lavagem de capitais

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Operação CashBack da Draco2 afasta vereador em Ariquemes por rachadinha e lavagem de capitais



Porto Velho, RO - A Polícia Civil de Rondônia, por intermédio da Draco2 - 2ª Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, comandada pelos Delegados Fred Matos, Roberto Dos Santos e Rondinelly Moreira, em conjunto com o Departamento de Estratégia e Inteligência (DEI) e o GAECO/MP, deflagrou nesta quinta-feira (07/11) a operação CashBack. O objetivo é investigar a prática de "rachadinha" realizada por um parlamentar municipal de Ariquemes, que resultou em seu afastamento judicial por 120 dias.

As investigações revelaram que o parlamentar exigia uma parcela da remuneração de seus assessores e indicados tanto na Câmara Municipal quanto na Prefeitura de Ariquemes. Além disso, utilizava terceiros para ocultar os valores recebidos. Os crimes apurados incluem Peculato, Associação Criminosa e Lavagem de Capitais.



A operação mobilizou cerca de 50 policiais das Dracos, DEI, GAECO e Regional de Ariquemes, resultando no cumprimento de 12 medidas de busca e apreensão, além do afastamento do parlamentar por 120 dias.



O nome "CashBack" traduzido como "Dinheiro de Volta", refere-se ao conceito em que o consumidor recebe parte do valor pago por um produto ou serviço. Neste caso, a operação busca elucidar os mecanismos utilizados para a devolução de recursos ilicitamente obtidos pelo vereador investigado.

Segundo Dr Samir Fouad Abboud, Delegado Geral da Pc:

"A Polícia Civil de Rondônia tem como um dos seus propósitos basilares a investigação e esclarecimento de casos de corrupção envolvendo agentes públicos e desvio de verbas destinadas ao bem-estar da população. Toda e qualquer conduta suspeita de corrupção pode ser reportada através do número 197, garantindo uma rigorosa apuração por parte das autoridades competentes."

Postar um comentário

0 Comentários