Rondônia tem 510 reeducandos aprovados no Encceja PPL 2023

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Rondônia tem 510 reeducandos aprovados no Encceja PPL 2023

O Encceja PPL é gratuito e voluntário, possibilitando a certificação escolar das pessoas privadas de liberdade

Porto Velho, RO - O Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estado da Justiça segue fortalecendo o trabalho de ressocialização por meio da educação, após o recorde com 3.006 inscrições no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade (Encceja Nacional PPL). Na terça-feira (19) saiu o resultado oficial das provas, onde 510 reeducandos foram aprovados e avançaram no nível escolar, sendo 332 no ensino fundamental e 178 no ensino médio.

Além dos aprovados em todas as disciplinas e redação, 975 foram reprovados em apenas uma disciplina, podendo cursa-la de forma modular na unidade prisional, para quem cumpre pena no regime fechado, ou presencial na Escola Padre Morett, para os regime semiaberto e aberto. O Encceja PPL é gratuito e voluntário, possibilitando a certificação escolar das pessoas privadas de liberdade que não concluíram o ensino fundamental ou médio no tempo correto.

O secretário da Sejus, Marcus Rito, destaca que os resultados positivos são alcançados através do trabalho executado pela Gerência de Reinserção Social – Geres e o Núcleo de Educação a Pessoa Privada de Liberdade – Nuedu, que realizam não somente a disponibilização das inscrições para os reeducandos participarem do exame, mas também um trabalho de sensibilização. “A equipe reforça entre os internos a importância da educação para a reinserção no mercado de trabalho no pós-cumprimento de pena”.

Para a chefe do Nuedu, Monique Mesquita, o resultado é um trabalho de todos, desde a gestão que fomenta a execução de diversos projetos voltados para o incentivo à educação, como os servidores das unidades que têm contato direto com os internos e acreditam na ressocialização social.

Postar um comentário

0 Comentários