Mais de R$ 12 milhões foram destinados a setores de Rondônia por Alan Queiroz em 2023

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Mais de R$ 12 milhões foram destinados a setores de Rondônia por Alan Queiroz em 2023

Investimento busca impulsionar o desenvolvimento e fortalecer setores estratégicos do estado

Porto Velho, RO - Em uma demonstração de compromisso com o progresso de Rondônia, o deputado estadual Alan Queiroz (Podemos) direcionou, por meio de emendas parlamentares, uma alocação de recursos ultrapassando R$ 12 milhões em 2023, abrangendo desde a agricultura até a saúde, permeando áreas cruciais como infraestrutura, segurança, turismo, social, cultura, esporte e educação.

Essa abordagem evidencia não apenas uma visão aberta e integrada para o desenvolvimento, assim como ressalta a intenção de promover um impacto positivo e duradouro em todos os aspectos da população rondoniense.

Infraestrutura

No último ano, a infraestrutura foi uma área mais contemplada com recursos importantes. Ao todo, R$ 3.564.000,00 (três milhões e quinhentos e sessenta e quatro mil reais) foram destinados para pavimentação asfáltica, iluminação pública e de campo esportivo. Esse investimento não apenas atende às demandas fundamentais da comunidade, mas também destaca uma visão abrangente para melhorar as condições de vida.

A pavimentação asfáltica promove a mobilidade urbana, enquanto a ênfase na iluminação pública cria ambientes mais seguros e específicos durante a noite. Além disso, o investimento na iluminação de campos esportivos confirma a importância do esporte para a saúde e a integração social, consolidando um esforço coletivo para promover um desenvolvimento sustentável e o bem-estar duradouro da população.

Agricultura

O setor agrícola recebeu um montante de R$ 3.050.000,00 (três milhões e cinquenta mil reais) direcionado à aquisição de implementos, transportes, equipamentos, entre outros produtos agrícolas, demonstra um comprometimento notável com o fortalecimento e modernização da atividade agrícola local .

Os recursos direcionados para a aquisição de implementos, transportes, equipamentos e demais necessidades específicas desse setor vital evidenciam o reconhecimento da importância da agricultura para a economia regional e também a busca por transferência para a eficiência, a produtividade e a sustentabilidade nesse segmento fundamental para o desenvolvimento local .

Saúde

A alocação de R$ 2.884.000,00 (dois milhões e oitocentos e oitenta e quatro mil reais) foi direcionada para aquisição de equipamentos, construção de um bloco de imaginologia, implementação de uma unidade odontológica, reformas diversas, aquisição de materiais permanentes e de consumo, bem como a disponibilização de medicamentos, entre outras iniciativas. Essa abordagem abrangente reflete o compromisso em fortalecer e expandir os serviços de saúde, contemplando desde melhorias estruturais até a garantia dos insumos essenciais para fornecer um atendimento eficaz e abrangente à comunidade.

Esporte, Cultura e Lazer

O setor cultural, esportivo e recreativo recebeu um montante de R$ 2.925.000,00 (dois milhões e novecentos e vinte e cinco mil reais), destacando o compromisso com a promoção de atividades organizadas e enriquecedoras para a comunidade. Os recursos foram destinados à execução de eventos, aquisição de materiais e investimentos esportivos, refletindo uma abordagem abrangente que visa não apenas fortalecer as práticas esportivas, mas também fomentar a cultura e fornecer opções de lazer envolventes.

Segurança, Turismo, Social e Educação

No total, foram alocados R$ 573.000,00 (quinhentos e setenta e três mil reais) para os setores de Segurança, Turismo, Assistência Social e Educação. Essa distribuição de recursos visa promover a segurança da comunidade, promover o turismo, fortalecer os programas de assistência social e proporcionar melhorias significativas na área educacional. Essa abordagem integrada reflete uma visão abrangente e holística para o crescimento sustentável e o progresso social.

Fonte: ALE/RO

Postar um comentário

0 Comentários