Procurador que investigava crime organizado no Equador é assassinado

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Procurador que investigava crime organizado no Equador é assassinado

Informação foi dada pela procuradora-geral, Diana Salazar

Porto Velho, RO - O promotor equatoriano César Suárez, que se dedicava a investigar o crime organizado transnacional na província de Guayas - uma das áreas mais violentas do Equador e local de um ataque ao vivo a uma estação de televisão na semana passada - foi assassinado, informou a procuradora-geral, Diana Salazar, nessa quarta-feira.

O Equador sofreu recente explosão de violência, incluindo a invasão, por homens armados, da TC Televisión em Guayaquil, a tomada como reféns de mais de 200 funcionários de prisões e agentes penitenciários, explosões em várias cidades e sequestro de policiais.

Em resposta, o presidente Daniel Noboa declarou estado de emergência de 60 dias, incluindo toque de recolher noturno, e designou 22 grupos criminosos como organizações terroristas.

"Os criminosos, os terroristas, não vão deter nosso compromisso com a sociedade equatoriana", disse Diana Salazar, em vídeo publicado nas mídias sociais. "Pedimos às forças da ordem que garantam a segurança daqueles que estão cumprindo seus deveres."

César Suárez estava conduzindo investigação preliminar sobre o crime organizado, afirmou a procuradora. Ela manifestou pesar à família de Suárez, mas não deu maiores detalhes sobre o caso.

Fonte: AG/BR

Postar um comentário

0 Comentários