Marcos Rocha faz parceria com centro de referência mundial em inovação para avançar no desenvolvimento sustentável de Rondônia

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Marcos Rocha faz parceria com centro de referência mundial em inovação para avançar no desenvolvimento sustentável de Rondônia

A colaboração firmada no protocolo acontecerá nas seguintes áreas temáticas: Clima e Saúde; Clima, Florestas e Serviços de Ecossistemas; e ainda Mobilidade urbana, Cidades Inteligentes e Candeias logísticas associadas

Porto Velho, RO - Atento as medidas que garantam o progresso de Rondônia, o governador Marcos Rocha cumpre agenda em Portugal e avançou mais uma etapa na promoção do desenvolvimento sustentável do estado nesta sexta-feira (2), com a assinatura de Protocolo de Intenção com Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto – CEiiA, referência mundial em inovação e tecnologias sustentáveis.

‘‘Estamos comprometidos em buscar o que há de melhor em inovação e tecnologia para fortalecer a sustentabilidade em Rondônia. Acreditamos que um futuro mais próspero se faz com a integração entre o cuidado com o meio ambiente, o clima e o desenvolvimento econômico, combinado ao emprego de inovações tecnológicas’’, defende Marcos Rocha.

A colaboração firmada no protocolo acontecerá nas seguintes áreas temáticas: Clima e Saúde; Clima, Florestas e Serviços de Ecossistemas; e ainda Mobilidade urbana, Cidades Inteligentes e Candeias logísticas associadas.



O que inclui tratamento de dados geoespaciais e consultoria para planos de ação para adaptação climática; desenvolvimento de políticas e projetos que mitiguem a emissões de carbono na mobilidade urbana e a Promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em consonância com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas – ONU.

CLIMA: RELEVÂNCIA ECONÔMICA E AMBIENTAL

Além disso, após a assinatura do protocolo, Marcos Rocha ainda se reuniu para tratar de projeto sobre sequestro florestal de CO2, com os representantes do CEiiA e da Comissão de Coordenação da Região Norte de Portugal – CCDR-N, que é um instituição pública portuguesa que trabalha com políticas voltadas para o Meio Ambiente; Ordenamento do território e cidades, e Desenvolvimento Regional.



O sequestro florestal de CO2 é um política debatida mundialmente como solução para amenizar o aquecimento global. Ele acontece naturalmente, especialmente, pelas florestas, a partir da fotossíntese. Mas a tecnologia também pode colaborar nesse processo. A remoção de poluentes atmosféricos possui relevância climática, ambiental e impacta o desenvolvimento, pois favorece as atividades econômicas, dando sustentabilidade aos negócios.

Fonte: News Rondônia

Postar um comentário

0 Comentários