Com maior rebanho do Estado, Porto Velho contribui para exportação da carne bovina de Rondônia

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Com maior rebanho do Estado, Porto Velho contribui para exportação da carne bovina de Rondônia

Carne representa 40% das exportações totais do Estado e somou U$S 960 milhões em 2023

Porto Velho, RO - Rondônia possui 18,2 milhões de cabeças de gado, com Porto Velho registrando o maior rebanho bovino entre os municípios do Estado, com mais de 1,6 milhão de cabeças, segundo dados da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron). É o terceiro município com mais bovinos no país.

E a força da pecuária impulsiona a economia, sendo responsável por 40% do total das exportações de Rondônia no ano passado. Em 2023, a venda de carne para o mercado externo rendeu U$S 960 milhões (cerca de R$ 4,8 bilhões) para o Estado, segundo dados do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Foram U$S 76 milhões (cerca de R$ 350 milhões) a mais do que o registrado em 2022.

Detentor do maior rebanho bovino, o município de Porto Velho tem parte importante nesse volume de negócios. "Por muito tempo, se dizia que Porto Velho não tinha capacidade de produção agropecuária. Mas, isso foi superado com muito trabalho dos produtores rurais e também o apoio do setor público. Essa marca mostra o quanto o setor tem gerado cada vez mais emprego e renda, ajudando a impulsionar a nossa economia. Uma fatia dessa exportação, com certeza, é da nossa capital", disse o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves.

Rondônia é uma área reconhecida internacionalmente como livre de febre aftosa sem vacinação, o que abre mercado para a carne produzida no Estado ser comercializada para outros países. Em 2023, Rondônia representou 9% da exportação de carne bovina brasileira, liderando a exportação da região Norte e se posicionando entre os seis maiores exportadores do país.

Dados da Agência Idaron mostram que foram abatidos quase três milhões de bovinos em Rondônia, no ano passado. Os maiores compradores da carne rondoniense foram a China, Emirados Árabes Unidos, Chile, Hong Kong e o Egito.



Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários