Conscientização contra a violência doméstica: Paz em Casa mobilizou faculdades em Rolim de Moura

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Conscientização contra a violência doméstica: Paz em Casa mobilizou faculdades em Rolim de Moura



Porto Velho, RO - Na última semana, a comarca de Rolim de Moura desenvolveu ações da Semana da Paz em Casa, uma mobilização de todo o Judiciário Brasileiros para enfrentar a violência doméstica, seja por meio de julgamentos, seja por atividades de conscientização voltadas à sociedade.

Os profissionais do Núcleo Psicossocial da comarca programaram atividades em faculdades do município. No dia 6 de março, a Faculdade de Rolim de Moura (Farol) recebeu palestra sobre os aspectos que envolvem violência doméstica, possibilitando uma abordagem preventiva entre os estudantes.

Mesa redonda

Na sexta-feira, dia 8 de março, as atividades foram na Faculdade Estácio de Rolim de Moura, com uma mesa redonda “A violência contra a mulher e as ferramentas para romper o silêncio”, na qual foram exploradas diversas iniciativas destinadas à proteção das vítimas de violência doméstica.

“A presença e o engajamento dessas mulheres demonstram o compromisso da comunidade em buscar soluções eficazes para um problema tão grave e urgente como a violência doméstica”, disse a juíza Cláudia Maciel, titular da vara criminal e Execução de Penas.

Também foi abordado o papel do aplicativo Medida Protetiva de Urgência, do Tribunal de Justiça nesse contexto. Disponível tanto no site quanto em dispositivos móveis, o aplicativo representa um avanço significativo na busca por recursos que visam garantir a segurança e proteção das vítimas. Essas discussões enfatizaram a necessidade contínua de ações e recursos para combater e prevenir a violência contra as mulheres.

Nos eventos da Paz em Casa em Rolim de Moura, diversas personalidades estiveram presentes para contribuir com o debate e ações voltadas para o combate à violência doméstica e familiar. Entre elas, destacam-se ainda Flávia Rabelo, presidente da comissão da mulher advogada da OAB - subseção local, Patricia Regina Brandelero, diretora da vara criminal de Rolim de Moura e Juliana Aparecida Párcio, advogada e professora na faculdade Estácio, que atuou como mediadora do evento. A promotora de Justiça, Maira Coura Campanha, destacou a importância da Ouvidoria da Mulher, do Ministério Público.

Fonte: Tj/RO

Postar um comentário

0 Comentários