Temas relacionados à Segurança Pública foram abordados durante audiência realizada pelo Governo de RO

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Temas relacionados à Segurança Pública foram abordados durante audiência realizada pelo Governo de RO

A audiência aconteceu no Auditório “Plenarinho 2” da Assembleia Legislativa de Rondônia

Porto Velho, RO - Com o objetivo de promover uma comunidade mais segura e participativa, o Governo de Rondônia realizou na segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa de Rondônia, a 1ª audiência pública do Conselho Estadual de Segurança Pública do Estado (Conesp). O evento reuniu várias autoridades, especialistas e a sociedade civil, para discutir estratégias e políticas públicas voltadas ao setor. Temas como prevenção da violência, combate ao crime organizado e aprimoramento das forças de segurança, estiveram em pauta, visando promover um ambiente mais seguro para todos os cidadãos de Rondônia.

Segundo o titular da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Felipe Bernardo Vital, a audiência marca um importante passo em direção à construção de uma comunidade mais segura e participativa no Estado. “Tivemos a oportunidade de discutir diretamente com a população os projetos e estratégias, fundamentais para a redução da letalidade e ao fortalecimento das políticas de segurança pública”, destacou.

O representante da Associação dos Empreendimentos Sociais do estado de Rondônia (Asespron), Walter Bonfim dos Santos participou da audiência juntamente a outros representantes. “Reuniões como essa, são de suma importância para levar ao conhecimento do Estado, a realidade vivida nas comunidades. “Trouxemos as demandas para o Governo do Estado, dentre os pedidos que a comunidade faz, estes são os mais solicitados: a presença de mais policiais, mais operações e a presença da polícia de forma constante”, afirmou.

A audiência teve início às 10h, no Auditório “Plenarinho 2” da Assembleia Legislativa de Rondônia, e participaram da audiência, representantes dos conjuntos habitacionais e das associações dos bairros da Capital.

Postar um comentário

0 Comentários