Violência contra mulher: MPRO promove aula para Academia de Polícia Civil de Rondônia

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Violência contra mulher: MPRO promove aula para Academia de Polícia Civil de Rondônia

MPRO busca a eliminação de toda forma de violência contra a mulher

Porto Velho, RO - Na noite da quinta-feira (21/3), o auditório da Faculdade Católica de Rondônia foi palco de uma aula sobre violência de gênero. O Subprocurador-Geral de Justiça Administrativo, Procurador de Justiça Héverton Alves de Aguiar, ministrou uma aula sobre “Crimes contra a mulher na perspectiva de gênero” para o curso de formação técnico-profissional no âmbito da Academia de Polícia Civil do Estado de Rondônia.

Segundo o membro do Parquet, a violência contra a mulher permeia diversos aspectos da sociedade, porém, ao contrário do que ocorre com os homens, é em casa que a mulher mais morre. Com o aumento alarmante dos índices de feminicídio em várias regiões do Brasil, especialmente em Rondônia, essa violência, motivada por questões de gênero, reflete a dominação patriarcal que subjuga e inferioriza as mulheres, alimentando um sentimento de posse sobre seus corpos.

Em sua exposição, o Procurador de Justiça explicou que “Ao conscientizarmos os futuros policiais sobre a gravidade e as nuances da violência contra a mulher, de sobremaneira na perspectiva de gênero, estaremos dotando-os de conhecimento necessário para lidar com esses problemas com maior sensibilidade e eficácia”.

Disse ainda que os futuros policiais teriam missão de contribuir para mudar a situação constrangedora em que o estado de Rondônia se encontra. “É o estado que mais mata mulheres no Brasil” disse referindo-se aos dados apresentados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2023. De acordo com o documento, Rondônia lidera os números de feminicídios e de homicídios femininos no Brasil.

Fonte: MP/RO

Postar um comentário

0 Comentários