MPRO obtém condenação a 37 anos de prisão contra homem que matou adolescente grávida

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

MPRO obtém condenação a 37 anos de prisão contra homem que matou adolescente grávida


Porto Velho, RO - O Ministério Público de Rondônia (MPRO), por meio da atuação do Promotor de Justiça Victor Ramalho Monfredinho, obteve a condenação a 37 anos e quatro meses de prisão em regime inicial fechado contra o homem de 23 anos que matou a ex-namorada. O crime aconteceu em Colina Verde, distrito da região de Jaru, em fevereiro de 2023, quando a vítima tinha 14 anos. A adolescente estava grávida.

O réu foi levado ao Tribunal do Júri na última sexta-feira (5/4), em Jaru (RO), onde foi condenado com a qualificadora de feminicídio. Esse é um crime baseado no gênero, ocorrendo quando a mulher morre pela condição de ser mulher.

De acordo com a sentença, o réu, motivado por ciúmes, atraiu a ex-namorada para local ermo, por volta da meia noite, golpeou-a com uma espécie de faca na região do pescoço, resultando quase na decapitação dela.

A sentença aponta ainda que o réu fez um vídeo da vítima no local do crime, mostrou a arma utilizada, demonstrando frieza, maldade e covardia. A conclusão é que a morte da adolescente aconteceu devido a hemorragia aguda, provocada por grave lesão da região cervical, com golpes de arma branca.

“As consequências se mostram negativas, pois a vítima foi brutalmente assassinada quando estava com apenas 14 anos, sendo privada tão precocemente do direito de viver. Ela não pôde continuar sendo filha, tampouco pode ser a mãe do filho que já trazia no seu ventre”, consta na sentença.

O réu está preso desde o dia 6/2/2023 quando foi autuado em flagrante.

Fonte: MP/RO

Postar um comentário

0 Comentários