TJRO transmite júri de acusado de matar professor Ari Uru-Eu-Wau-Wau

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

TJRO transmite júri de acusado de matar professor Ari Uru-Eu-Wau-Wau

O Tribunal do Júri da comarca julgará o réu João Carlos da Silva (conhecido como Guiga), pela morte do professor indígena Ari Uru-Eu-Wau-Wau, no 18 de abril de 2018, em um bar situado na linha 18, do distrito de Tarilândia, pertencente ao Município de Jaru

Porto Velho, RO - O julgamento de João Carlos da Silva (conhecido como Guiga), acusado da morte professor indígena Ari Uru-Eu-Wau-Wau, será transmitido ao vivo a partir desta segunda-feira (15), direto do plenário do Tribunal do Juri de Porto Velho. Ari foi assassinado em 18 de abril de 2020, em um bar situado na linha 18, do distrito de Tarilândia, pertencente ao município de Jaru.

Segundo a sentença de pronúncia, o crime foi praticado por motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima. O professor e ambientalista Ari Uru-Eu-Wau-Wau foi morto e arrastado com uma corrente até um veículo, e depois para outro local, com ajuda de um terceiro, não identificado pela investigação realizada pela Polícia Federal.

De acordo com o Tribunal de Justiça, a transmissão do julgamento ao vivo pela internet é mais uma ação do Poder Judiciário, que visa dar ainda mais transparência à tramitação do processo na comarca de Jaru. Respeitando as garantias constitucionais do réu, com a preservação e segurança para os(as) jurados(as), a sessão de julgamento será disponibilizada para o grande público e para a imprensa em tempo real, a exemplo do que já ocorreu em casos emblemáticos, como Corumbiara, Urso Branco e outros crimes de repercussão.

Confira ao vivo:




Fonte: Rondôniagora

Postar um comentário

0 Comentários