Gestão municipal enfrentou problemas históricos, mas avançou em todas as áreas

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Gestão municipal enfrentou problemas históricos, mas avançou em todas as áreas

Nos últimos sete anos, vários desafios históricos foram encarados e resolvidos pela Prefeitura da capital

Porto Velho, RO - Nos últimos sete anos, Porto Velho avançou em todas as áreas. E muito desse avanço se deve ao fato de a gestão municipal ter encarado problemas que perduravam há anos na capital, e se avolumavam, emperrando o crescimento da cidade.

Mas, desde 2017 que a Prefeitura tem se desdobrado para buscar soluções efetivas para essas questões. Foi assim com as obras paralisadas dos viadutos da BR-364, sendo o primeiro grande desafio, melhorando a mobilidade urbana.

A coleta do lixo, que funcionava de forma precária há uma década, e a Prefeitura enfim solucionou esse impasse, com uma concessão através de Parceria Público-Privada que garante R$ 180 milhões em investimentos, passando a coletar resíduos no baixo Madeira e ampliando a coleta em distritos e outras localidades.

TRANSPORTE ESCOLAR

Outro problema histórico, a falta de transporte escolar, foi resolvido com a aquisição de mais de 160 ônibus novos, a maior frota própria do país, percorrendo diariamente mais de 15 mil quilômetros, para conduzir os mais de 6.300 estudantes em 178 rotas/itinerários, contemplando 56 escolas. A Prefeitura investiu cerca de R$ 33 milhões para a aquisição da frota.

TRANSPORTE COLETIVO

O transporte coletivo, que esteve à beira do colapso, hoje opera com 120 veículos, sendo a mais nova frota entre as capitais do país, oferecendo serviço de qualidade e conforto aos usuários que utilizam o transporte público, diariamente, segundo a Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran).

RODOVIÁRIA

A nova rodoviária de Porto Velho, um sonho antigo dos moradores, está com mais de 60% das obras concluídas, com R$ 44 milhões investidos em um prédio moderno e amplo. Com 8.457,59 metros quadrados de área construída, a nova rodoviária terá 13 plataformas de embarque e desembarque, 26 boxes e agências para as empresas, sala VIP, saguão de espera, praça de alimentação com oito lanchonetes e um restaurante, 11 lojas, área administrativa, fraldário e banheiros.

ESTRADA DE FERRO

A revitalização do Complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré foi outra obra entregue oficialmente à população de Porto Velho. O grande destaque desta primeira etapa da reabertura ficou por conta do Museu com mais de 300 peças históricas da lendária ferrovia. A reabertura do espaço reforça a identidade porto-velhense e traz de volta à população um local de muitas memórias, de lazer e cultura.

Todo o espaço de 106.000 metros quadrados foi revitalizado, incluindo os três galpões da ferrovia. Há espaços que futuramente serão destinados a restaurantes e quiosques. A revitalização trouxe mezanino com vista para o rio Madeira, como uma inovação. O local também recebeu a reconstrução do deck de madeira, pista de caminhada, área verde e estacionamento para mais de 270 carros.

REGULARIZAÇÃO

Outro desafio que a Prefeitura enfrentou foi assegurar a regularização fundiária dos imóveis, que garante a segurança jurídica, a valorização imobiliária e o estímulo ao desenvolvimento, contemplando inclusive moradores de áreas rurais e distritos, através do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Regularização Fundiária, Habitação e Urbanismo (Semur).

Desde 2017, a Semur tem investido em regularização fundiária nos distritos de Porto Velho, atingindo a marca de 6.041 imóveis regularizados apenas nestas regiões. No total, foram 17 mil imóveis já regularizados no município e a meta é alcançar a marca de 21 mil imóveis regularizados até o final da gestão.

ASFALTO

A média de asfalto implantado nas ruas de Porto Velho, nas gestões anteriores, era de 40 quilômetros ao longo de um mandato de quatro anos. Na atual gestão, entre asfalto novo e asfalto recapeado, o volume de obras de pavimentação ultrapassa os 700 quilômetros, trazendo mais qualidade de vida à população e valorização dos imóveis.

ILUMINAÇÃO

A Prefeitura de Porto Velho, através da Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur), tem ampliado o número de pontos de iluminação pública na sede do município e nos distritos, saltando de 20 mil para mais de 70 mil atualmente, sendo cerca de 30 mil de luminárias de LED, através do programa PROLED.

ESTRADAS RURAIS

Com grande extensão territorial, possuindo o maior rebanho bovino de Rondônia e expandindo a produção de grãos e outros produtos, Porto Velho já desponta como um novo polo da agropecuária. Mas, para assegurar esse processo de expansão, a Prefeitura da capital, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric), tem atuado para garantir boas estradas rurais.

E o desafio da Prefeitura de Porto Velho é manter a boa trafegabilidade dos cerca de 7,5 mil quilômetros de estradas rurais sob sua responsabilidade. O trabalho de melhorias inclui patrolamento, encascalhamento, saídas de água, manutenção em pontes, substituição de bueiros, rebaixamento de morros e outros serviços.

Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários