Após ordem de Moraes, Telegram bloqueia dois perfis atribuídos a blogueiro bolsonarista

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Após ordem de Moraes, Telegram bloqueia dois perfis atribuídos a blogueiro bolsonarista


Aplicativo bloqueou perfis após ter se comprometido a combater desinformação. Moraes chegou a mandar suspender Telegram, mas revogou medida após aplicativo cumprir regras.


PORTO VELHO, RO - O aplicativo de mensagens Telegram bloqueou dois perfis atribuídos ao blogueiro Allan dos Santos, apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

Os perfis se chamavam "Liberdade de Expressão", com mais de 4 mil inscritos, e "Guerra de informação", com 2,6 mil inscritos.

Na última sexta (18), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da Polícia Federal e determinou o bloqueio do Telegram em razão de o aplicativo não ter cumprido ordem judicial relacionada ao combate à desinformação.

No fim de semana, o Telegram informou ter adotado as medidas previstas, e Moraes liberou novamente o funcionamento do aplicativo de mensagens (veja detalhes no vídeo abaixo).

Telegram cumpre decisões, e Moraes revoga ordem de bloqueio do aplicativo em todo o país


Os perfis bloqueados


Em um dos perfis atribuídos a Allan dos Santos, havia a seguinte mensagem: "Sabe quando vamos parar? Nunca. A liberdade foi dada por Deus". No outro, que apresentava a foto do blogueiro, havia uma mensagem para segui-lo nas redes sociais.

A nova forma de atuação do telegrama se deu após a decisão do ministro Alexandre de Moraes de suspender o aplicativo no Brasil , decisão depois revogada por ele mesmo, após o telegrama cumprir as exigências de combate às fake news.



Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários