Campanha pré-eleitoral entra na fase do "esquenta". Veja lançamentos

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Campanha pré-eleitoral entra na fase do "esquenta". Veja lançamentos


PL prevê milhares, em largada de Bolsonaro, neste domingo. PSB filia Alckmin amanhã.


PORTO VELHO, RO - Eventos em série prometem acelerar a pré-campanha eleitoral deste ano, com vistas a galvanizar a atenção do eleitor a sete meses da ida às urnas. Oficialmente, a campanha começa apenas em agosto, mas tradicionalmente no Brasil, os pré-candidatos testam popularidade e aliança bem antes. Entre os principais concorrentes, o presidente Jair Bolsonaro dá a largada nesta etapa com evento de pré-lançamento neste domingo, no Centro de Convenções, em Brasília.

O Partido Liberal, ao qual o presidente se filiou em novembro do ano passado, espera a participação de “milhares de apoiadores” no espaço que terá “portões abertos a partir das 7h”. A legenda comandada por Valdemar Costa Neto pretende transformar a ocasião em demonstração de força e de popularidade de Bolsonaro, que tentará a reeleição. O presidente aparece em segundo lugar nas pesquisas, com pouco mais da metade das intenções de voto do adversário, o ex-presidente Lula.

No campo político oposto, o principal movimento da semana é do PSB, que filiará Geraldo Alckmin nesta quarta, em evento também em Brasília, ato que antecede a formação de chapa com Lula, quando o neosocialista ocupará a posição de candidato a vice do petista. Estão previstas as presenças do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, do ex-governador de São Paulo e pré-candidato, Márcio França, dos governadores pelo partido Flávio Dino, do Maranhão, Paulo Câmara, de Pernambuco, Renato Casagrande, do Espírito Santo e João Azevedo, da Paraíba.

O lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Lula pode ocorrer no dia 9 de abril. A data ainda não está oficializada pelo PT. Inicialmente a ideia é que o evento ocorra ao ar livre, na rua, com a convocação de ampla participação popular. O partido discute a presença de Alckmin já neste evento, ao lado do pré-candidato. Na ocasião, Lula deve anunciar a largada para uma nova “caravana pelo Brasil”- a tradicional série de viagens aos estados que o petista costuma promover para ativar a militância e acertar alianças regionais.

Na chamada terceira via, que reúne os candidatos de centro-direita que se apresentam como alternativa a Bolsonaro e Lula, Sérgio Moro já teve o nome formalmente apresentado pelo Podemos, que abriga sua pré-candidatura. Nomes como o governador de São Paulo, João Dória, do PSDB e o ex-ministro Ciro Gomes, do PDT, são declaradamente pré-candidatos, mas ainda não houve um evento formal de lançamento.


Os partidos têm até o dia 15 de agosto para registrar candidaturas junto à Justiça Eleitoral.


Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários