Saúde em Rondônia: Saiba o que esperar para o segundo mandato do governador Marcos Rocha

Eu escolhi trabalhar para cuidar das pessoas, não me preocupei em comunicar as ações que estavam sendo feitas

Porto Velho, RO - O governo do Coronel Marcos Rocha enfrentou a maior pandemia de todos os tempos com a Covid-19. Foi preciso concentrar esforços e recursos para salvar vidas. Mesmo com um sistema de saúde que já vinha com décadas de problemas, Rocha conseguiu combater a doença.

Comprou o hospital Regina Pacis para ser o hospital de Campanha, repassou recursos para a saúde dos municípios, comprou respiradores, oxigênio, realizou mutirões de testagem e de vacinação, comprou equipamentos para diagnóstico e tratamento, ampliou a quantidade de leitos de UTI para Covid e de profissionais para atender a população e conseguiu salvar muitas vidas.

“Governar é fazer escolhas. Passamos por um momento muito difícil, que ninguém podia imaginar. A pandemia nos levou pessoas queridas, fez com que muitos projetos ficassem atrasados, mas ela também mostrou a nossa capacidade de união, a nossa força e a nossa fé em favor da vida, do cuidado com o próximo.

Eu escolhi trabalhar para cuidar das pessoas, não me preocupei em comunicar as ações que estavam sendo feitas.”, declarou Marcos Rocha, que concorre à reeleição ao cargo de governador pelo partido União Brasil 44.



De acordo com pesquisas, a maioria dos rondonienses reconhece o bom trabalho realizado por Marcos Rocha na gestão da pandemia para salvar vidas. Mas a pandemia agravou um outro problema. O sistema de saúde, que já vivia uma crise em Rondônia, acabou piorando com o congestionamento das filas para consulta e cirurgias eletivas. Foram muitos anos sem investimento, o que está mudando esse cenário.

Durante o seu mandato como governador, Marcos Rocha vem trabalhando para sanar os problemas do sistema de saúde em Rondônia. Acabou com a corrupção, organizou os contratos, valorizou os profissionais da Saúde com a criação do Plano de Cargos Carreiras e Remuneração, realizou reformas e compra de equipamentos para as principais unidades de saúde do estado, como o Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, Hospital de Base Ari Pinheiro, Hospital Infantil Cosme e Damião, Policlínica Oswaldo Cruz, Hospital Regional de Buritis, de Cacoal e de Extrema.



Além de repassar recursos para a construção da Unidade de Pronto Atendimento em Ji-Paraná em parceria com a prefeitura e dar andamento aos processos para construção de novos hospitais em Rondônia que estavam com as obras paradas há anos.

Propostas para zerar a fila de espera na Saúde

Para o segundo mandato, Rocha se comprometeu a construir o Hospital de Ariquemes e o Hospital de Urgência e Emergência de Rondônia, em Porto Velho. Além de colocar para funcionar o Hospital de Guajará-mirim e reformar e ampliar outras unidades de saúde do estado.



“Nós vamos fazer a descentralização da saúde, promovendo atendimento nos municípios, para que as pessoas não tenham que se deslocar até a capital para ter atendimento. Vamos ampliar toda a rede de atendimento da saúde com a construção de hospitais e ampliação das unidades de saúde que já existem. Faremos a informatização da saúde e vamos zerar a fila de espera por atendimento e cirurgias eletivas.”, afirmou Marcos Rocha.

Além da construção, reforma e ampliação de hospitais, Rocha vai criar a Caravana da Saúde, para levar atendimento móvel para a área rural com consultas, exames e medicação em unidades móveis que irão percorrer o estado com especialistas em diversas áreas médicas.

A gestão Rocha também se comprometeu a zerar as filas de cirurgias eletivas por meio do Corujão da Saúde, que utilizará o turno noturno das salas de cirurgia dos hospitais para realizar cirurgias eletivas e em parceria com a rede privada de saúde para contratação de leitos para recuperação dos pacientes de pós-operatório.

Em suas propostas para os segundo mandato, Rocha tem vários outros programas de atenção à saúde e a proteção das famílias, como a criação dos centros especializados de atenção materna infantil com o projeto Maternidade Protegida e os programas Abraço, para acompanhamento e tratamento de dependentes químicos, e o Viva, que vai cuidar da saúde mental com atenção e tratamento para doenças como depressão e ansiedade. Além de manter o compromisso de destinar recursos para todos os municípios de Rondônia.



“Nós vamos continuar o trabalho que vem sendo feito e intensificar as ações. Sem a pandemia, vamos conseguir executar tudo o que planejamos para Rondônia. Não é hora de mudar. Arrumamos a casa e nesse segundo mandato vamos construir os Hospitais de Ariquemes e de Porto Velho, colocar para funcionar o Hospital de Guajará-mirim, vamos resolver o problema do João Paulo II, investir mais ainda em educação, acelerar as obras de infraestrutura e trazer mais segurança, oportunidade e qualidade de vida para a nossa gente. Rondônia está no caminho certo. E para esse trabalho continuar e avançar ainda mais, no domingo, vote 44, vote Marcos Rocha para governador”, concluiu o candidato à reeleição.

Fonte: Assessoria
Saúde em Rondônia: Saiba o que esperar para o segundo mandato do governador Marcos Rocha Saúde em Rondônia: Saiba o que esperar para o segundo mandato do governador Marcos Rocha Reviewed by Redação on outubro 25, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.