Marcos Rogério vai na contramão das necessidades da população mais pobre e vota contra Bolsa Família



Porto Velho, Rondônia - Pouco coerente com a realidade nacional, traço que vem demonstrando cada vez com mais frequência de uns tempos para cá, o Senador Marcos Rogério (PL) resolveu votar a PEC da Transição na quarta-feira com o fígado e não com a cabeça.

Numa atitude incoerente, pregando um suposto "equilíbrio financeiro" que o governo que ele defende não praticou, haja vista o descontrole nas contas do governo federal neste final de gestão, que colocou setores importantes como Educação, Meio Ambiente, Polícia Federal, PRF e outros numa espécie de "apagão", e ainda coloca os aposentados brasileiros sob o risco de ficarem sem receber o benefício, Rogério faz um discurso totalmente inconsistente para defender seu posicionamento, e não cita que o candidato a presidência que ele apoio, autor do orçamento que está aprovado para o próximo ano, não disponibilizou verbas para pagar o complemento de R$ 200,00 do Auxílio-Brasil, e nem reservou verbas para a elevação do salário mínimo, compromissos que haviam sido firmados não só pelo vencedor, mas pelos dois principais concorrentes à Presidência da República.

Rogério votou contra para embaralhar o próximo governo, para criar problemas para o futuro presidente, para complicar as vida da população mais necessitada a fim de promover uma "vendetta" contra o eleitorado brasileiro que votou em Lula, ainda magoado pela derrota sobre Bolsonaro.

O senador acompanhou um grupo de 15 de seus pares que não pensam o Brasil como um coletivo, que colocam os interesses políticos e as picuinhas de campanha acima dos interesses da população e que representam o que há de mais odioso e rudimentar na política nacional.

Votaram a favor
Senador
Acir Gurgacz PDT-RO
Alessandro Vieira PSDB-SE
Alexandre Silveira PSD-MS
Alvaro Dias Podemos-PR
Angelo Coronel PSD-BA
Carlos Fávaro PSD-MT
Confúcio Moura MDB-RO
Chico Rodrigues União-RR
Daniella Ribeiro PSD-PB
Dário Berger PSB-SC
Davi Alcolumbre União-AP
Eduardo Braga MDB-AM
Eduardo Gomes PL-TO
Eliziane Gama Cidadania-MA
Elmano Férrer PP-PI
Fabiano Contarato PT-ES
Fernando Coelho MDB-PE
Fernando Collor PTB-AL
Fernando Dueire MDB-PE
Flávio Arns Podemos-PR
GIordano MDB-SP
Humberto Costa PT-PE
Irajá PSD-TO
Izalci Lucas PSDB-DF
Jader Barbalho MDB-PA
Jaques Wagner PT-BA
Jayme Campos União-MT
Jean Paul Prates PT-RN
Jorge Kajuru Podemos-GO
José Serra PSDB-SP
Julio Ventura PDT-CE
Kátia Abreu PP-TO
Leila Barros PDT-DF
Lucas Barreto PSD-AP
Luiz do Carmo PSC-GO
Mailza Gomes PP-AC
Mara Gabrilli PSDB-SP
Marcelo Castro MDB-PI
Márcio Bittar União-AC
Mecias de Jesus Republicanos-RR
Nelsinho Trad PSD-MS
Nilda Gondim MDB-PB
Omar Aziz PSD-AM
Otto Alencar PSD-BA
Paulo Paim PT-RS
Paulo Rocha PT-PA
Randolfe Rodrigues Rede-AP
Renan Calheiros MDB-AL
Roberto Rocha PTB-MA
Rogério Carvalho PT-SE
Rogério Cunha União-AL
Rose de Freitas MDB-ES
Sérgio Petecão PSD-AC
Simone Tebet MDB-MS
Soraya Thronicke União-MS
Styvenson Valentim Podemos-RN
Tasso Jereissati PSDB-CE
Telmário Mota PROS-RR
Vanderlan Cardoso PSD-GO
Veneziano Vital do Rêgo MDB-PB
Wellington Fagundes PL-MT
Weverton PDT-MA
Zenaide Maia PROS-RN
Zequinha Marinho PL-PA

Votaram contra
Senador
Plínio Valério PSDB-AM
Eduardo Girão Podemos-CE
Reguffe Sem partido-DF
Marcos do Val Podemos-ES
Carlos Viana PL-MG
Oriovisto Guimarães Podemos-PR
Eliane Nogueira PP-PI
Carlos Portinho PL-RJ
Flávio Bolsonaro PL-RJ
Romário PL-RJ
Lasier Martins Podemos-RS
Luis Carlos Heinze PP-RS
Marcos Rogério PL-RO
Esperidião Amin PP-SC
Ivete da Silveira MDB-SC
Maria do Carmo Alves PP-SE

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu