Nova Rodoviária de Porto Velho terá estética regional e desempenho térmico

Nova Rodoviária de Porto Velho terá estética regional e desempenho térmico


Novo local foi pensado para ser funcional e trazer conforto aos usuários

Porto Velho, RO - O antigo terminal rodoviário de Porto Velho está em fase final de demolição. O terreno, que abrigou a rodoviária nos últimos 40 anos, receberá um espaço moderno e sustentável. Para atender a estes requisitos, a Prefeitura investiu em um projeto arquitetônico funcional e com estética regional.

O projeto, assinado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Resolução Estratégica de Convênios e Contratos (Semesc), busca criar um espaço moderno e sustentável, com estética regional e desempenho térmico adequado.

No entanto, a elaboração de um projeto de engenharia dessa magnitude apresenta muitas dificuldades. Para superá-las, a equipe técnica da Semesc dedicou todo o seu corpo técnico para atuar em diversas frentes, desde a captação de recursos de convênios, até a emissão de todas as licenças legais, incluindo a elaboração dos projetos de engenharia, arquitetura, topografia e sondagem do solo.



Funcionalidade do local é um dos principais pontos destacados pelos arquitetosA funcionalidade do local é um dos principais pontos destacados pelos arquitetos. As modificações criadas foram pensadas para desafogar o trânsito da região, com acessos diferenciados para embarque e desembarque, garantindo um fluxo bem resolvido para melhorar o trânsito local.

Além disso, a estética do novo espaço foi projetada para valorizar aspectos e elementos da natureza local e da cultura amazônica, presentes na fachada que remete ao rio Madeira e ao tom amadeirado que faz menção às árvores da região.

O prédio também foi projetado para ter desempenho térmico adequado, com a fachada voltada para a avenida Carlos Gomes, evitando que o prédio seja atingido frontalmente pelos fortes raios solares da tarde, como acontecia anteriormente.

Com investimento na ordem de R$ 44 milhões, a nova rodoviária de Porto Velho prevê a construção de 13 plataformas de embarque e desembarque, 26 boxes e agências para empresas, saguão de espera, sala VIP, praça de alimentação com oito lanchonetes e um restaurante, 11 lojas, banheiros, fraldário e áreas administrativas. A obra deve ser concluída em 18 meses, totalizando mais de 8 mil metros quadrados de construção.


Texto: SMC/ Semesc
Projeto de Engenharia Complementar: Equipe Multidisciplinar da Semesc

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu