Segundo grupo de brasileiros consegue cruzar a fronteira e deixar Gaza

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Segundo grupo de brasileiros consegue cruzar a fronteira e deixar Gaza

O grupo é composto por 50 pessoas, entre brasileiros e parentes palestinos. A Faixa de Gaza está sob intensos bombardeios de Israel desde outubro

Porto Velho, RO - Neste sábado (9), um segundo grupo de brasileiros chegou à fronteira com o Egito, dando continuidade ao processo de repatriação de cidadãos que estavam na Faixa de Gaza, território intensamente bombardeado por Israel desde o início de outubro. De acordo com informações do Itamaraty, esse grupo é composto por aproximadamente 50 pessoas, entre brasileiros e parentes palestinos.

O embaixador do Brasil na Palestina, Alessandro Candeas, confirmou ao g1 que o grupo já está em processo de saída da imigração no lado egípcio da fronteira. A operação de repatriação está em curso para garantir o retorno seguro desses cidadãos ao Brasil.

A logística para a repatriação é coordenada pela Força Aérea Brasileira (FAB), que enviou uma aeronave que decolou da Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, nas primeiras horas da manhã de sábado. O destino da aeronave é o Aeroporto Internacional do Cairo, no Egito, onde os repatriados embarcarão para retornar ao solo brasileiro.

O voo, que está programado para ser direto, terá uma previsão de duração de 15 horas, com o pouso estimado para as 3 horas da madrugada deste domingo (10), horário local. A operação de repatriação é um esforço conjunto para assegurar a chegada dos brasileiros e seus familiares palestinos ao país de origem.

Esta iniciativa representa a segunda fase do processo de repatriação, que teve início em novembro, quando um primeiro grupo de 32 pessoas deixou a Faixa de Gaza com destino ao Brasil. Esse grupo era composto por 22 brasileiros e dez palestinos, que após mais de um mês de espera, conseguiram retornar ao solo brasileiro.

Fonte: Brasil247

Postar um comentário

0 Comentários