Desenvolvimento econômico sustentável é destaque no 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal

Editors Choice

3/recent/post-list

Geral

3/GERAL/post-list

Mundo

3/Mundo/post-list
SEMPRE NO AR

Desenvolvimento econômico sustentável é destaque no 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal

O Fórum contou com a participação de 54 secretários de estado, chefes de Poderes e gestores da área ambiental

Porto Velho, RO - Com o intuito de buscar soluções e iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável na Região Amazônica, o Governo de Rondônia integrou o 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que reuniu líderes dos nove estados que compõem a Região Amazônica Brasileira. O evento, realizado na capital do estado do Acre, Rio Branco, teve início na quinta-feira (11) e encerrou nesta sexta-feira.

Os nove estados amazônicos, Rondônia, Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão, Pará, Roraima e Tocantins fazem parte do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, com o objetivo de estimular o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal de forma integralizada, considerando as oportunidades e os desafios de cada região.

Representando o estado de Rondônia, o vice-governador e titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Sérgio Gonçalves, esteve presente no Fórum discutindo as questões em comum entre os estados da Amazônia Legal, e evidenciou a relevância do evento para o desenvolvimento econômico e social, de forma sustentável na região.

“Juntos, a força é ainda maior. O objetivo é gerar cada vez mais renda e empregos, promovendo a preservação das florestas, em conjunto com todos os estados que compõem a Amazônia Legal”, ressaltou.

O evento busca soluções e iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável na Região Amazônica

Na ocasião, o governador do Pará, Helder Zahluth Barbalho, presidente do Consórcio Amazônia Legal anunciou Rondônia como o Estado que irá sediar o próximo Fórum de Governadores da Amazônia Legal, em agosto de 2024.

PROGRAMAÇÃO

A programação, cujo foco é a integração das políticas públicas dos estados que integram a Amazônia Legal, contou com a participação de 54 secretários de estado, chefes de Poderes e gestores da área ambiental, que discutiram demandas relevantes para a região, como o combate ao desmatamento e queimadas, bem como, aos crimes de fronteira. Também foram temas de debate: O Plano de Mitigação das Mudanças Climáticas e os recursos do Fundo Amazônia.

Durante o primeiro dia foram realizadas reuniões nas câmaras setoriais, além de visitas técnicas e plenárias sobre eventos climáticos extremos. Nesta sexta-feira, ocorreu uma Assembleia Geral dos Governadores e reuniões para discutir informes gerais, agenda política e assinaturas de cooperação.

Postar um comentário

0 Comentários